Maio 21, 2018

A Verdade sobre o MST

By Outubro 10, 2017 No comment

O MST é um movimento de inspiração marxista, que desafia a democracia e a ordem social, desdenha as Forças Armadas, e, apoiado pelo PT, PCdoB, PSOL e comunistas dos direitos humanos, tem veladas intenções de controlar o país.

 

O MST finge defender interesses de minorias sociais dos sem terra. O seu objetivo, entre outros, é sim ver as propriedades divididas na forma do sistema bolchevique. 

mst-5.jpg

O MST não deseja reforma agrária nenhuma, senão o PT, há mais de 13 anos no poder, já teria realizado. O que o MST quer é se apoderar de propriedades rurais produtivas. Terra crua para trabalhar, sem benfeitorias, não interessa ao MST.

O MST é um movimento sustentado pelo governo do PT para servir de seu apoio. Tanto que Lula já ameaçou se valer do “exército” de Stédile. E a prova cristalina está, neste momento, quando o MST faz manifestações pelo país contra o impeachment de Dilma Rousseff. 

br-mst-movimentos-sociais.jpg

Quando os baderneiros do MST invadem propriedades privadas, prédios públicos ou interrompem estradas, protegidos veladamente pelo governo petista, bem como por defensores comunistas dos direitos humanos, o movimento apenas está se exercitando perante a sociedade como demonstração de “força” e intimidação do país. 

Gostaria de ver o desempenho subversivo do MST na Inglaterra, na Alemanha ou nos Estados Unidos da América, pois lá, certamente, levariam uma grande lição.

Nenhum movimento social urbano tem a ousadia de invadir propriedades privadas, instituições públicas ou bloquear estradas pelo país, de forma desafiadora e reiterada, como vêm fazendo os transgressores dos sem terra. 

E o país precisa ficar atento. A recém-ministra substituta da Casa Civil, Eva Chiavon, que já passou pelo Ministério da Defesa, pasme, é esposa de “Chicão”, o número dois do MST.
Assim, já está passando da hora de as Forças Armadas porem um fim nesse “exército” subversivo do MST.

Avalie este item
(0 votos)

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.