Maio 21, 2018

Élcio Ferreira, O Golpe contra os trabalhadores e Servidores públicos - A Reforma da Previdência, um grande golpe contra os trabalhadores. Uma falácia em nome do déficit previdenciário inexistente.

By Dezembro 09, 2017 122 No comment

A reforma se presta única é tão somente para cobrir os rombos das contas públicas feitas nos governos Lula/Dilma e Temer. Vejam, quando se aumenta o tempo de concessão do benefícios do binômio contribuição/tempo, automaticamente, o recurso de aumento da despesa previdenciária que seria destinado a quem deixou de receber aposetadoria vai ficar no caixa por mais 2,3,4,5,...10 anos, esse recurso vai pagar os juros dos títulos públicos vencidos e a vencer da dívida pública. Por outro lado o aumento da alíquota de 11 para 14%, aumentará 3% na mesma arrecadação.

Para o trabalhador não aumenta em nada qualquer direito, aliás diminuem, na medida em que o tempo de permanência aumentará de 35 para 40 anos de contribuição(5anos a mais) e idade mínima de 60 para 65 anos.

O tempo de vida útil após a aposentadoria de um cidadão sadio nessas condições, em primeiro lugar, teria que iniciar a trabalhar e concursado público no máximo até os 25 anos de idade, para ter a paridade e a integralidade(benefício previdenciário). Senão, já era, vai ter somente a proporcionalidade. Outra, se o tempo na reforma, de permanência é de 40 anos de contribuição, nesta condição quem entrar depois dos 25 anos de idade, só vai querer sair na bengala, aos 75 anos para não perder muito na proporcionalidade. Ora! Se a permanência será maior, não haverá concursos públicos, empregos e espaços para no mínimo 2(duas) gerações de jovens brasileiros desempregados da nação.

E ao sair, se não sair já vestido no palitó de madeira(morto) e, que compre antecipado o utilitário morrendus est finitus, porque não vai dar tempo de comprar nem uma banana mais pra fazer amassada. Velhos e doentes serão os servidores públicos e trabalhadores das empresas nestes parâmetros e os milhares de jovens da nação desempregados.

Conclusão, essa reforma é um suicídio trabalhista em favor de bancos(banqueiros) e investidores nacionais e internacionais, porque o Governo Federal não vai ter recursos para pagar esses títulos da dívida pública e honrar os compromissos assumidos pela politicagem nos governos irresponsáveis do PT/PMDB

O Governo Federal não cortou os privilégios e gastos públicos, não fez o dever de casa, aliás aumentou-o-os, para manterem-se no poder e para financiar essas reformas com negociações no Congresso Nacional. Um absurdo!

Outra, as pensões previdenciárias não existirão mais, serão reduzidas ou extintas, visto que o concedente contribuinte vai sair velho e quase morto, com seus filhos já maiores de idade, sua companheira, esposa tbm(tempo de vida reduzido) Já reduzida as pensões atualmente para quém(companheira) tem menos de 25 anos, percentualmente, e com os tempos de ganhos tbm diminuidos. Ou seja é a reforma que acaba com a previdência para os beneficiários dela e, só arrecada e aumenta o turn over dos recursos no mercado financeiro aplicados por obrigação legal, conforme lei federal.

Outra informação importante é que os Auditores da Fazenda Nacional, fizeram a apuração da arrecadação total da conta de previdência, que não provém somente dos recursos de pagamentos de pessoal público e privado, além dos patronos. Vem do PIS, COFINS, e outras fontes, até das loterias e supera a casa do 140bilhões ano.

O que ocorre é que essas contas são remanejadas para outros fins e, assim deixam um buraco para agora por interesses simplesmente de tapar o rombo, somente comparar com a arrecadação vinda dos trabalhadores e Servidores públicos, e querem nos fazer engolir um déficit (mentiroso) inexistente.

É uma justificativa falsa para fazer essa reforma(isso sim, é um golpe) previdenciária. Um golpe muito bem urdido contra nós todos. Por lei federal, todos os recursos arrecadados dos RPPSs e do RGPS, vão para aplicações no Mercado Financeiro, feitos por operadores do mercado, Bancos Públicos e Privados, via de suas opções Financeiras no Mercado Financeiro / CVM/ Bolsa de Valores BBDTVM/BOVESPA.

A Reforma da Previdência é um duro golpe nos trabalhadores e Servidores públicos que agora vão pagar as contas desses corruptos e irresponsáveis. Estamos pagando o pato que não comemos. É uma sacanagem sem tamanho com os brasileiros. Publique esse último com as revisões.

Avalie este item
(0 votos)

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.