Maio 21, 2018

As cores de uma saudade. Por Élcio Ferreira

By Maio 07, 2018 No comment

As cores do Colégio Amapaense, são o Vermelho e o Azul, com um Castelo Estilizado ao fundo em tijolos brancos com as letras CA dentro desse castelo, com o verde musgo(claro da camisa(ou blusa)e escuro da calça(ou saia) do fardamento), conhecidos como "garapa azeda", uma referência as rivalidades nas disputas esportivas, nos desfiles, na banda de música(banda marcial) e na qualidade do ensino(sem distinção aos demais).

Fui junto com o Diniz Botelho e com o Sotelo, um dos últimos Diretores do Centro Cívico Rui Barbosa do CA, onde tínhamos um anfi-teatro nosso na Ernestino Borges esquina da Odilardo Silva. Aquele prédio ocupado pelo Campus Avançado da UFRRJ no Governo Barcelos, era nosso, foi destruído, tomado dos estudantes do Amapá, dos estudantes do CA(era um símbolo da luta estudantil).

Fico triste por tudo que passou e se perdeu no tempo e mesmo assim, também alegre em falar do meu saudoso Colégio Amapaense. Grandes nomes passaram no CA, alunos e mestres, dentre outros Tinilo, Adeubaldo, Munhoz, Risalva, Antonieta, Edézio, Gurgel, Farripas, Guilherme Jarbas, Tiago,   etc. São tantos mestres que eu seria muito injusto continuar dizendo nomes e esquencendo de outros tantos tão importantes para todos nós.

As cores das minhas saudades tem os nomes e as lembranças dos mestres, colegas e pessoas importantes das nossas trajetórias de vida. São essas as cores das nossas vidas, das  saudades em Vermelho e Azul, do colosso cinzento, do Colégio Amapaense.

Avalie este item
(1 Votar)
Última modificação em Segunda, 07 Maio 2018 20:28

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.