Covid-19: 'despublicado' estudo que apontou ineficácia da cloroquina



Sem conseguir garantir a 'veracidade das fontes' dos dados que embasaram o estudo, cientistas pediram à revista Lancet uma retratação


Nesta quinta-feira (4), três dos autores de um estudo que apontou a ineficácia da hidroxicloroquina no tratamento daCovid-19pediram à revista científicaThe Lancetque o artigo fosse retirado. De acordo com a publicação, uma das mais respeitadas no meio científico médico, os pesquisadores "não conseguiram concluiruma auditoria independente dos dadosque sustentam sua análise".


Como resultado, os cientistas concluíram que "não podem mais garantir a veracidade das fontes de dados primárias". Os principais problemas dizem respeito aos dados fornecidos pela Surgisphere, uma empresa com base em Chicago, nos Estados Unidos.


"ALancetleva a sério as questões de integridade científica, e há muitas questões pendentes sobre a Surgisphere e os dados que supostamente foram incluídos neste estudo. Seguindo as diretrizes do Comitê de Ética em Publicações e do Comitê Internacional de Editores de Revistas Médicas, são urgentemente necessárias análises institucionais das colaborações de pesquisa da Surgisphere", afirma anota publicada naLancet.